3.1INFORMAÇÕES

O uso ou consumo abusivo de drogas hoje é considerado pela OMS e pelas principais autoridades na maioria dos países do mundo, um dos, senão o principal problema de saúde enfrentado pela humanidade. A Organização Mundial de Saúde (OMS) define dependência química como uma doença crônica e progressiva, uma doença que sempre tendência a piorar, trazendo ao indivíduo diversos transtornos e na maioria dos casos traz também outras doenças.

Existem alguns termos utilizados para denominar a dependência química: drogadição e toxicodependência denominam de forma genérica. Dependência química vem a ser todo vício bioquímico que um ser humano possui em uma substância química.  Pode também ser explicada como sendo um conjunto de transtornos psicológicos, caracterizados por uma série de sintomas decorrentes do uso de drogas. A compulsão pode ser considerada o principal desses sintomas, decorrentes da abstinência, a falta de controle, a necessidade crescente de doses cada vez maiores para suprir a necessidade do indivíduo; isso acontece devido à tolerância obtida através do uso abusivo.  O abandono de atividades saudáveis, a depressão, hábitos nocivos, também podem ser considerados sintomas. Dois ou três sintomas já são o suficiente para caracterizar a doença.

3.2 AS SUBSTÂNCIAS

O que é Droga?

Segundo o dicionário Aurélio: “medicamento ou substância entorpecente, alucinógena, excitante etc. (como, por exemplo a maconha, a cocaína), ingeridos, em geral, com o fito de alterar transitoriamente a personalidade”

Droga é toda substancia química ou natural, licita ou ilícita, que ao entrar em contato com o organismo de um ser humano, o altera de alguma forma, modificando seu funcionamento.  Quando falamos em dependência química existem diversos tipos de substâncias naturais ou sintéticas (fabricadas em laboratórios), que alteram o comportamento e o humor. As Drogas são divididas em três categorias: as estimulantes, as depressoras e as perturbadoras do Sistema Nervoso Central. De forma muito comum vemos o termo Droga ser aplicado numa denotação de substância ilegal; existem muitas Drogas ilegais que causam dependência, a exemplo da maconha, cocaína, ecstasy, LSD, heroína, crack, haxixe, ópio etc. Mas é muito importante frisar que existem diversos medicamentos que causam dependência e alteram o humor e o comportamento, como por exemplo, os antidepressivos de tarja preta.   

3.3 CODEPENDÊNCIA

Chamamos de Codependência o tipo de situação onde uma ou mais pessoas que possuem uma forte ligação emocional com um dependente químico, acabam por adoecer junto. Segundo o site Codependentes Anônimos: “Codependência é a inabilidade de manter e nutrir relacionamentos saudáveis com os outros e consigo mesmo.” Como podemos observar, esse termo teve origem nos estudos sobre dependência química e foi atribuído aos familiares, só que atualmente o termo abrange uma doença que se chama Dependência Emocional. O fato que nos interessa é que o familiar de um dependente químico, pela sua ligação afetiva com o mesmo, acaba adoecendo junto, sofrendo e manifestando os sintomas dessa doença que chamamos de Codependência. Uma boa alternativa para ajuda à família dos dependentes são Grupos Familiares Nar-Anon, tão antigos quanto Narcóticos Anônimos. Mulheres, filhos, amigos e parentes de adictos em recuperação compreenderam que também precisavam de ajuda para resolver seus problemas pessoais. Decidiram dedicar-se a um programa de Grupo Familiar. Acesse o site desse e dos demais grupos de autoajuda em nossa pagina LINKS ÚTEIS.

3.4 ESPERANÇA

Etimologia (Origem da palavra): Vem do Latim SPES, que significa confiança em algo positivo; essa palavra deu origem ao verbo SPERARE, que em Latim significa ter Esperança. Para nós da COTEFAVE a palavra Esperança significa muito! Significa a crença, a fé em algo melhor. A esperança significa fé na vida, na liberdade, na mudança, na recuperação, no ser. Sempre que falamos sobre ter Esperança em determinadas situações, devemos também nos lembrar de que temos que ter perseverança, temos que acreditar mesmo quando tudo nos aponta para o fracasso, mesmo nos momentos de maior tristeza e dificuldade, devemos crer, devemos perseverar. Essa é nossa crença. Essa é nossa mensagem. VIDA E ESPERANÇA!    

3.5 12 PASSOS

Os 12 Passos são parte de uma programação Espiritual criada em 1935 nos Estados Unidos por dois homens, no intuito de ajudar dependentes químicos a iniciarem e se manterem em processo de recuperação. Foi então que surgiu o grupo de autoajuda AA – Alcoólicos Anônimos, que consiste em reuniões em grupo, feitas pelos seus membros, no intuito de trocarem experiências e se ajudarem mutuamente. Juntamente com isso vieram as literaturas e o Programa 12 Passos. Essa programação é amplamente utilizada hoje em todo o mundo, seja no tratamento em clínicas ou comunidades terapêuticas, mas principalmente por membros das irmandades de AA e NA – Narcóticos Anônimos, que hoje, em todo o mundo encontram-se em recuperação. Você poderá obter maiores informações nos sites dos grupos de AA e NA.

Fechar Menu